Resenha, Resenhas, Uncategorized

Você é um dos livros da minha vida!

Conheci Você (não) É o Homem da Minha Vida através de um grupo no facebook, acho que a maioria de nós -leitores – estamos em algum dos milhares espalhados pela rede não é mesmo? Aproveita e conhece o nosso aqui.

Como fã do gênero, resolvi ler digitalmente e não me arrependi. A capa, a sinopse, a história, os personagens; tudo combina pra te fazer rir sem nenhum pudor e terminar a leitura com uma deliciosa sensação de ter descoberto mais uma autora pra acompanhar.

voce-nao-e-o-homem-da-minha-vida-minha-vida-literaria
Título:
Você (não) É o Homem da Minha Vida
Autor: Alexandra Potter
Editora: Record
Número de Páginas: 448
Sinopse: No instante em que Lucy conhece Nate em Veneza, durante o intercâmbio da faculdade, ela tem certeza de que é o amor da sua vida. Com toda a magia do primeiro amor, eles se beijam ao pôr do sol sob a Ponte dos Suspiros, o que, segundo a lenda local, os uniria para sempre. Passados dez anos, porém, eles perderam contato por completo. Até que Lucy se muda para Nova York, e o destino faz com que se reencontrem. E se reencontrem. E se reencontrem. Mas o Nate atual é muito diferente do que ela conheceu aos 19 anos, e Lucy preferia o antigo.Será que ele é mesmo sua alma gêmea? Como ela conseguirá se livrar dele? Afinal “para sempre” pode ser muito tempo…

Uma comédia romântica original e mágica sobre o que acontece quando o sonho de toda menina de encontrar sua alma gêmea se torna verdade. Alexandra Potter já garantiu a venda dos direitos do livro e, em breve, poderemos ver essa deliciosa comédia nos cinemas.

Aos 10 anos, depois de terem vivido uma história de amor intensa no verão de Veneza (com uma certa dose de mágia), Lucy e Nate se separam e seguem seus caminhos. Eles moram em partes diferentes do globo e acreditam que o romance irá durar por toda a eternidade. Mas não é bem assim, já que Nate resolve unir seu caminho com uma mulher mais próxima, deixando nossa Lucy devastada.

“Meu corpo se retesa na defensiva.
Penso nele de tempos em tempos, mas não diria que sou
obcecada. De jeito nenhum. Quero dizer, não estou perseguindo ele ou algo assim. Nem mandando trilhões de mensagens pelo Facebook. Tampouco o procuro incansavelmente no Google.
Está bem, eu confesso. Já o procurei no Google uma vez.
Talvez duas.
Ah, está certo, então perdi a conta ao longo dos anos. Mas e daí? Quem não foi para casa e procurou no Google o homem que ama?” 

Mas, aos 29 anos, ela ainda carrega todas as lembranças daquele verão com sua alma gêmea. Mas o destino – esse brincalhão fanfarrão -resolve aprontar das suas e une o casal novamente. E lá vai Lucy, se entregando por inteiro, de novo, nesse relacionamento. Porém, se passaram 10 anos desde que estiveram juntos, ela mudou e ele também; então decidem que não se completam mais – ele nem gosta mais de café, poxa! Só que por um mistério, eles continuam a se encontra, se esbarrar e conviver mesmo quando começam a se odiar. E é aí que tudo começa a desmoronar e nos fazer gargalhar!

tumblr_mlwqurrn5j1rmy0dbo1_500

Enquanto tenta achar uma maneira de não ver Nate nunca mais, ela conhece Adam. Totalmente diferente de Nate, ele mostra a Lucy como uma verdadeira alma gêmea deve ser, alguém que te complete e te entenda, fazendo com que Lucy seja ela mesma; e é aí que as coisas ficam ainda mais divertidas.
Enquanto Nate é uma mala que acorda alta madrugada para malhar, não come nada que não seja natural; Adam é a personificação do que Lucy – e a gente – precisa, fazendo com seja natural estar com ele. E foi bem fácil amar Adam e odiar o Nate!

Nessa montanha russa que é a entrada de Nate – de novo – e Adam na vida de Lucy, temos os personagens que servem de apoio pra vida da desastrada mocinha. Vemos Magda, sua chefe e, de certa forma, responsável pelo primeiro contato do reencontro do casal (Nate e Lucy). Com falas incomparáveis, ela ajuda a personagem a amadurecer profissionalmente e até pessoalmente, por assim dizer. Além dela, temos Kate e Jeff -irmã e cunhado da protagonista. Destoando totalmente de nossa mocinha, a irmã é uma profissional de sucesso em sua área, com um casamento impecável (até certo momento) e que não aceita metade das coisas que a irmã faz. É digno de destaque durante a história, a forma que ela também vai amolecendo e descobrindo que a vida é bem mais leve se ela permitir.
Os diálogos são espirituosos na grande maioria das vezes e achei um barato saber mais sobre leis de atração do universo através das conversas das personagens. E completa o time Robyn, a excêntrica e exótica colega de apartamento de Lucy.

Alexandra Potter consegue cativar em poucos parágrafos, algo bem difícil nas escritas de hoje em dia, conseguindo passear com facilidade entre o romance, o místico e a comédia, além de unir os três em alguns trechos sem forçar nenhuma barra. Tudo bem que a história da ponte que ela conta para explicar o motivo que Lucy e Adam não conseguem se separar mesmo depois de tantas tentativas, mas foi com muito cuidado que ela inseriu as explicações sobre como nem sempre é quem julgamos ser – ou queremos que seja – nossa alma gêmea.

voc25c325aa2b2528n25c325a3o25292b25c325a92bo2bhomem2bda2bminha2bvida2b252812529

Potter construiu uma personalidade única para Lucy, com sentimentos intensos e que se modificam com o decorrer da história. Com uma narrativa em 1ª pessoa, ela demonstra uma intensidade mas ao mesmo tempo uma sutileza capaz de cativar.
Por exemplo: enquanto apaixonada, a mente da protagonista descreve Nate com suas características são enaltecidas. Ele é tudo que ela se lembra da época de Veneza e só tem qualidades. Mas conforme a realidade vai chegando, e os sentimentos mudando, ele se apresenta com os defeitos mais destacados. Nos fazendo odiar o personagem e tudo que ele diz/faz.

Com um enredo que foca nas idealizações de Lucy que interferem na sua realidade e na tentativa da protagonista em se libertar daquele amor do passado e de se desprender daquele que ela considerava sua alma gêmea para finalmente se permitir ter um relacionamento maduro e verdadeiro; temos, em paralelo,um livro com momentos hilários, que me fizeram rir sem nenhum pudor das aventuras de Lucy e cia!

Assinatura Bianca Senna

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s